Reino dos Himalaias

Circuito com destaque para a passagem pelo vale de Bumthang.

11 Dias / 9 Noites


Desde 2,765 €

+ 501.62 € (Supl. e Taxas)


Itinerário



1º Dia Portugal / Delhi

2º Dia Delhi / Paro / Thimphu

3º Dia Thimphu

4º Dia Thimphu / Gangtey

5º Dia Gangtey / Bumthang

6º Dia Bumthang

7º Dia Bumthang / Punakha

8º Dia Punakha / Paro

9º Dia Paro

10º Dia Paro / Delhi

11º Dia Delhi / Portugal

1º Dia Portugal / Delhi

Comparência no aeroporto 90 minutos antes da partida. Formalidades de embarque e partida com destino a Delhi, via uma cidade de ligação. Assistência à chegada e transporte ao hotel. Alojamento.

 

2º Dia Delhi / Paro / Thimphu

Em hora a combinar localmente, transporte ao aeroporto e partida para Paro. A viagem de avião permite desfrutar de uma magnífica paisagem dos Himalaias, incluindo o Monte Evereste. Assistência à chegada e transporte ao hotel, em Thimphu. Visita ao National Memorial Chorten, que é um misto de monumento à paz e prosperidade mundial como também um memorial ao 4º rei do Butão. Jantar e alojamento.

 

3º Dia Thimphu

Após o pequeno-almoço, saída para uma pequena caminhada de aproximadamente uma hora, até se chegar ao Mosteiro Tango Goemba, fundado pelo Lama Gyalwa Lhanangpa no século XII. A pitoresca torre e os muitos edifícios circundantes foram construídos no séc. XVIII, tendo sido entretanto adicionado o tecto dourado já no séc.XIX. À tarde, visita à Biblioteca Nacional, ao Instituto de Pintura, ao Museu de Folclore e Etnografia. Ao final da tarde, passeio para observar as artes tradicionais, disponíveis nas inúmeras lojas existentes no Handicrafts Emporium. Regresso ao hotel, jantar e alojamento.

 

4º Dia Thimphu / Gangtey

Após o pequeno-almoço, saída para Gangtey, visitando em caminho Tashichhdzong, o mosteiro fortaleza que alberga a maioria dos escritórios governamentais e ainda a sala do trono. È ainda a residência de verão do chefe supremo Budista do Butão. Construído em 1641 pelo unificador do Butão, Shabdrung Ngawang Namgyal, foi reconstruído em 1960 segundo os métodos tradicionais Butaneses. Após o almoço num restaurante local, continuação para Gangtey, localizado no lindíssimo vale de Phobjikha, de origem glaciar e que é o habitat de aves que migram dos áridos e frios planaltos tibetanos, durante o rigoroso inverno. Chegada ao hotel, jantar e alojamento.

 

5º Dia Gangtey / Bumthang

Após o pequeno-almoço, visita da aldeia e do seu pitoresco mosteiro, construído no séc. XVII. Após o almoço no hotel, saída para Bumthang, visitando em caminho Trongsa, onde será visitado o Dzong, construído em 1644 e que foi a sede de poder da dinastia Wangchuck, antes de se tornarem regentes do Butão, em 1907. O Dzong, encontra-se estrategicamente localizado e desempenhava a importante função de controlo do comércio entre o leste e o oeste do país. Continuação da viagem para Bumthang, centro religioso e espiritual do Butão e onde se encontram alguns dos mais antigos templos e mosteiros do país. Chegada, jantar e alojamento.

 

6º Dia Bumthang

Após o pequeno-almoço, saída para visita ao mosteiro de Kurje Lhakhang, onde existe uma gruta com uma impressão na rocha, do corpo do Guru Rinpoche. Almoço no hotel. Visita ainda ao templo de Jambey Lhakhang, datado do século VII, ao mosteiro de Tamshing Lhakhang, onde se podem ver algumas das pinturas mais antigas do Butão e por fim ao Dzong de Jakar, conhecido como o “Castelo do pássaro branco”. O Dzong, construído em 1667 e sendo o maior Dzong do país, encontra-se numa pequena colina defronte ao vale de Choekor. Regresso ao hotel, jantar e alojamento.

 

7º Dia Bumthang / Punakha

Após o pequeno-almoço, saída para Punakha, passando por várias zonas de montanha, com magnificas paisagens. Após o almoço no hotel, visita de Punakha, capital do Butão até 1955 e ainda residência de Inverno do chefe supremo budista. Pela sua localização a baixa altitude e entre 2 rios, Punakha é o vale mais fértil do paìs. O Dzong foi construído em 1637 por Shabdrung Ngawang Namgyal como centro religioso e administrativo da região. Após uma recente reconstrução, este é o Dzong mais bem conservado e mais bonito do país. Jantar e alojamento.

 

8º Dia Punakha / Paro

Após o pequeno-almoço, partida para Paro. Chegada e após o almoço no hotel, resto do dia para descanso. Jantar e alojamento.

 

9º Dia Paro

De manhã, visita ao célebre e mágico mosteiro de Taktsang (ninho do Tigre), construído numa saliência de uma parede vertical de granito, 900 metros acima do vale de Paro. O seu nome advém de uma lenda, em que Guru Rinpoche, voou através das montanhas até este local, montado num tigre. Ao encontrar uma gruta, meditou durante 3 meses e converteu a população do vale, ao budismo. Após o almoço no hotel, visita às ruínas do Dzong Drukgyel, a 18 km de Paro e onde ocorreu a batalha que repeliu os Tibetanos de invadir o Butão, no século XVII. Visita ainda ao famoso templo de Kyichu Lhakhang, construido no ano de 659 pelo rei Songtsen Gampo. Por fim, visita ao Dzong de Paro, também conhecido como Rinpung Dzong, construído em 1645, para defender o vale das invasões tibetanas, sendo hoje um mosteiro. Jantar e alojamento.

 

10º Dia Paro / Delhi

Após o pequeno-almoço, transporte ao aeroporto de Paro. Formalidades de embarque e partida para Delhi. Assistência à chegada e transporte ao hotel. Tarde livre para visitas a gosto pessoal. Em hora a combinar localmente, transporte ao aeroporto.

 

11º Dia Delhi / Portugal

Partida em voo de regresso a Portugal, via uma cidade de ligação. Noite a bordo. Chegada e fim da viagem.



Inclui no Preço Base

  • Passagem aérea, em classe económica, de acordo com o itinerário
  • Transporte dos Aeroportos aos Hotéis e Vice-versa
  • Alojamento em hotéis de categoria escolhida, em regime de pequeno-almoço em Delhi e pensão completa no Butão
  • Visitas em privado, referidas como incluídas e com guia em Inglês
  • Taxas hoteleiras e Iva
  • Taxas de entrada nos monumentos históricos
  • Seguro Multiviagens 

Não Inclui no Preço Base

  • Extras de carácter pessoal
  • Visitas opcionais
  • Taxas de aeroporto, segurança e de combustível
  • Visto da India (dupla entrada)
  • Visto do Butão (a tratar pela Quadrante com pelo menos 30 dias de antecedência e com custo de 50 euros)