Myanmar Completo

12 Dias / 9 Noites


Desde 1,795 €

+ 416.92 € (Supl. e Taxas)


Itinerário



1º Dia Portugal / Yangon

2º Dia Yangon

3º Dia Yangon / Mandalay / Amarapura / Ava / Mandalay

4º Dia Mandalay / Mingun / Mandalay

5º Dia Mandalay / Monywa / Phowin Tuang Caves / Monywa

6º Dia Monywa / Pakkoku / Bagan

7º Dia Bagan

8º Dia Bagan / Heho / Nyaung Shwe / Lago Inle

9º Dia Lago Inle / Indein / Lago Inle

10º Dia Lago Inle / Nyaung Shwe / Heho / Yangon

11º Dia Yangon / Portugal

12º Dia Portugal

 

1º Dia Portugal / Yangon

Comparência no aeroporto 90 minutos antes da partida. Formalidades de embarque e partida em voo com destino a Yangon, via uma cidade de ligação. Noite a bordo.

 

2º Dia Yangon

Assistência à chegada e transporte ao hotel. Resto do dia livre para descansar da viagem. Alojamento.

 

3º Dia Yangon / Mandalay / Amarapura / Ava / Mandalay

Após o pequeno-almoço, transporte ao aeroporto e partida para Mandalay, última capital do Reino da Birmânia. Assistência à chegada e visita à ponte de teca de U Bein, construída em 1782, quando Amarapura era a capital real. Visita ao Mosteiro de Mahagandayon, onde é dada a oportunidade de viver a emocionante experiência de presenciar o almoço dos mais de 100 monges que habitam no complexo. Após a visita, continuação da viagem até à antiga capital real de Inwa, Ava, numa ilha situada entre os rios Ayeryarwaddy e Myitnge. Passeio de carroça pela cidade, com paragem no Mosteiro de madeira de Maha Aungmye Bozan (também conhecido como Ok Kyaung), construído em tijolo e estuque. Visita à Torre do Relógio Nanmyint, apelidada de “Torre inclinada de Ava”. Almoço em restaurante local. Regresso a Mandalay e alojamento.

 

4º Dia Mandalay / Mingun / Mandalay

Após o pequeno-almoço, saída para visita ao Templo de Mahamuni, centro da vida religiosa da cidade para visitar o precioso mosteiro de madeira de Shwenadaw e o Pagode de Kuthodaw, que alberga o maior livro do mundo talhado em mármore. Após o almoço em restaurante local, transporte ao cais e partida de barco até Mingun pelo rio Ayeyarwaddy com a possibilidade de observar o estilo de vida nas aldeias das margens do rio. À chegada, visita ao majestoso e inacabado Pagode de Pahtodawgyi, onde se pode observar um sino com mais de 90 toneladas. Regresso a Mandalay com possibilidade de desfrutar do pôr-do-sol no rio Irrawaddy. Regresso ao hotel e alojamento.

 

5º Dia Mandalay / Monywa / Phowin Tuang Caves / Monywa

Após o pequeno-almoço, saída em direcção a Monywa, uma tradicional cidade birmanesa nas margens do rio Chindwin, com paragem para visitas ao Pagode Thanboddhay, um enorme templo budista coberto com mais de 500 mil imagens de Buda e ao Pagode Boditahtaung, que alberga o maior buda reclinado de Myanmar, com mais de 100m de largura. Se não for suficientemente impressionante, mesmo ao lado pode admirar o mais alto Buda de pé do mundo, Laykyun Setkar, com cerca de 129m de altura. Em Monywa almoço em restaurante local. Depois do almoço, saída para visita às grutas de Pho Win Taung, que consiste num complexo de 947 cavernas de arenito que contemplam o conjunto de pinturas e murais budistas mais importantes do sudeste asiático. Visita a Shwe Ba Taung, um complexo interessante de templos e mosteiros esculpidos em ravinas estreitas. Regresso às margens do rio Chindwin para assistir ao pôr-do-sol. Alojamento.

 

6º Dia Monywa / Pakkoku / Bagan

Após o pequeno-almoço, saída até Pakoku, uma pequena cidade, famosa pelo comércio de tabaco e pelo fabrico de tecidos de algodão, entre os quais os tradicionais cobertores de algodão birmanês. Visita ao mercado local e a uma fábrica de charutos. Visita a um mercado de thanaka, uma maquiagem tradicional birmanesa, utilizada quer por mulheres quer por homens, para se hidratarem e protegerem do sol. De seguida, partida para Bagan e resto da tarde livre. Alojamento.

 

7º Dia Bagan

Após o pequeno-almoço, subida até um Templo desde onde se obtêm uma vista panorâmica sobre toda a zona arqueológica. Passagem pelo colorido mercado local de Nyaung U, que concentra gente das aldeias vizinhas que vêm até ali vender e comprar variadíssimos produtos. Após a visita ao mercado será feita uma paragem para degustar um chá. Segue-se a visita ao templo Bu Le Thi, de onde se podem desfrutar dumas vistas deslumbrantes das planícies envolventes. Seguem-se as visitas ao Templo de Ananda, considerado a obra-mestra da arquitectura Mon do século XVIII e ao Templo de Dhamayangyi, construído em tijolo avermelhado, maciço e de forma piramidal. Após o almoço em restaurante local, transporte ao hotel e tempo livre para descansar. À tarde, saída para um passeio de carroça com passagem no Pagode de Shwezigon, mandado construir pelo rei Anawrahta, no século XI. Regresso ao hotel. Alojamento.

 

8º Dia Bagan / Heho / Nyaung Shwe / Lago Inle

Após o pequeno-almoço, transporte ao aeroporto e partida para Heho. Assistência à chegada e transporte a Nyaungshwe nas margens do Lago Inle, conhecido pelos seus remadores (que remam com as pernas). Em caminho, visita ao mosteiro de madeira Shwe Yan Pyay, com telas e estátuas de Buda. Chegada ao porto e partida de barco pelo Lago Inle para uma excursão num barco até à margem este deste lago para visita ao Pagode Phaung Daw Oo, o lugar mais sagrado do estado do Sul de Shan. Transporte ao hotel. Alojamento.

 

9º Dia Lago Inle / Indein / Lago Inle

Após o pequeno-almoço, saída de barco para visitar um dos mercados locais, onde se pode observar gentes das tribos que descem a colina para vender os seus produtos e para se reunirem entre eles. Continuação da viagem, com passagem na concorrida aldeia de Ywama, a maior do lago e paragem numa das aldeias locais, para visita e almoço em restaurante local. Depois do almoço continuação do passeio de barco em direcção a Indein, situada na costa oeste do Lago. Os locais fabricam pão típico do Estado de Shan e é um lugar ideal para ver a vida das aldeias no Lago. Visita às ruínas do Pagode NyaungOhak, dos séculos XIV e XVIII e ao surpreendente e pouco frequentado complexo de Indein, um conjunto de Pagodes e Estupas, dos séculos XVII e XVIII, que se situa no alto de uma pequena-colina. Regresso ao barco para viagem de regresso ao hotel. Alojamento.

 

10º Dia Lago Inle / Nyaung Shwe / Heho / Yangon

Após o pequeno-almoço, transporte ao aeroporto e partida para Yangon. Chegada e visita panorâmica da cidade. Visita ao Pagode Chauk Htat Gyi e à colossal figura de Buda Reclinada com mais de 70 metros de largura. Almoço num restaurante local. Durante a tarde, visita ao Mercado de Bogyoke, também conhecido como o mercado dos escoceses, com centenas de tendas com comida, roupa, artesanato e pedras preciosas. A viagem a Myanmar não podia estar completa sem a visita à jóia arquitectónica de Yangon, o complexo do Pagode de Shwedagon, verdadeiro centro de culto e reunião da cidade que dispõe de uma estupa com mais de 100 metros de altura toda banhada a ouro, com mais de 2600 anos. Possibilidade de observar o pôr-do-sol no Pagode. Regresso ao hotel. Alojamento.

 

11º Dia Yangon / Portugal

Após o pequeno-almoço, em hora a combinar localmente, transporte ao aeroporto de Yangon. Formalidades de embarque e partida em voo de regresso a Portugal, via uma cidade de ligação. Noite a bordo.

 

12º Dia Portugal

Chegada e fim da viagem.

 



Inclui no Preço Base

  • Passagem aérea, em classe económica de acordo com o itinerário
  • Transporte dos Aeroportos aos Hotéis e Vice-versa
  • Alojamento nos hotéis indicados ou similares, em regime de pequeno-almoço
  • 8 Almoços
  • Visitas referidas no itinerário, em Regular, com guia local em espanhol
  • Taxas hoteleiras e Iva
  • Seguro Multiviagens

Não Inclui no Preço Base

  • Extras de carácter pessoal
  • Visitas opcionais
  • Taxa de aeroporto, segurança e de combustível
  • Imposto de saída de Myanmar (10 Usd, pagos localmente)
  • Visto de Myanmar