Safari Nyati

Safari Nyati

9 Dias / 6 Noites


Desde 2,450 €

+ 615.53 € (Supl. e Taxas)


Itinerário
Itinerário



1º Dia Portugal / Cataratas de Victoria
2º Dia Cataratas Victoria
3º Dia Cataratas Victoria
4º Dia Cataratas Victoria / Parque Nacional Hwange
5º Dia Parque Nacional Hwange
6º Dia Parque Nacional Hwange / Parque Nacional Matopos
7º Dia Parque Nacional Matopos
8º Dia Parque Nacional Matopos / Bulawayo / Portugal
9º Dia Portugal
 

1º Dia Portugal / Cataratas de Victoria
Comparência no aeroporto 180 minutos antes da partida. Formalidades de embarque e partida com destino a Victoria Falls, via uma cidade de ligação. Noite a bordo.


2º Dia Cataratas Victoria
Assistência à chegada e transporte ao hotel. Resto do dia para descanso. Alojamento.


3º Dia Cataratas Victoria
Após o pequeno-almoço, saída para visita a uma das maravilhas da natureza, as Cataratas de Victoria. O rio Zambeze verte as suas caudalosas águas desde uma altura de mais de 100 metros e uma extensão de 1500 metros, originando imensas nuvens de água vaporizada. Quando o explorador Livingstone as descobriu, afirmou: “Os anjos quando estão no céu devem ver esta maravilha…”. As cataratas formam ainda uma fronteira natural entre o Zimbabwe e a Zâmbia. De tarde, saída para um inesquecível cruzeiro no rio Zambeze, para poder admirar as cataratas de outra perspectiva. Alojamento.


4º Dia Cataratas Victoria / Parque Nacional Hwange
Após o pequeno-almoço, saída numa viagem de cerca de 3 horas em direção ao Parque Nacional Hwange. Pelo caminho, visita à “The Painted Dog Conservation Association (PDA)”, que tem como objectivo o resgate de cães selvagens e a sua reabilitação. Estes animais, são endémicos de África  e estavam muito perto da extinção há alguns anos atrás. Chegada ao Lodge e almoço. À tarde, saída em 4x4 para safari no Parque Nacional de Hwange. Regresso ao lodge, jantar e alojamento.


5º Dia Parque Nacional Hwange
Após o pequeno-almoço, saída em 4x4 para safari dentro do famoso Parque Nacional de Hwange. Regresso ao hotel para almoço. À tarde nova saída para continuação do safari. Regresso ao lodge, jantar e alojamento. 


6º Dia Parque Nacional Hwange / Parque Nacional Matopos
Após o pequeno-almoço, sáida em direção a Bulawayo. Chegada a tempo do almoço.  Durante a tarde, possibilidade de participar em actividades postas à disposição pelo lodge como por exemplo passeio de bicicleta, visita a uma aldeia local ou apreciar o pôr-do-sol desde Mantopo Hills. Jantar e alojamento. 


7º Dia Parque Nacional Matopos
Após o pequeno-almoço, saída de manhã cedo para visita de dia inteiro ao Parque Nacional Matopos. Além de safari em 4x4, realizar-se-á um safari a pé, em busca de rinocerontes, uma experiência única que permitirá chegar muito próximo deste animal imponente.  No final, visita ao túmulo de Cecil Rhodes e tempo para desfrutar  de um cocktail na "Janela do mundo". O Zimbabwe possui algumas das formações rochosas mais antigas do mundo. As montanhas ou colinas de Matopos, a 50 km ao sul da cidade de Bulawayo, são um conjunto de formações rochosas que se elevam acima do escudo de granito que cobre a maior parte do país. As grandes rochas são abrigos naturais e têm sido associadas à ocupação humana desde o início da Idade da Pedra até hoje. Lá encontra-se uma das maiores coleções de arte rupestre do sul da África. A religião Mwari, com seu centro em Matopo e que parece ter a sua origem na idade da pedra, é a tradição oral mais importante da África Austral. O Parque Nacional Matopo cobre uma área de 205.000 hectares e foi declarado Património Mundial pela Unesco em 2003. Apesar de ser um parque relativamente pequeno, Matopo é, faunisticamente falando, um dos principais enclaves do país por vários Razões: Primeiro, o parque abriga uma das maiores concentrações de leopardos de África. Graças às suas florestas e vales verdejantes, bem como à abundância de antílopes e algumas de suas presas favoritas, os Damans, a densidade deste belo predador é muito importante. Segundo, também é o melhor lugar no Zimbabwe e um dos melhores da África para avistar rinocerontes pretos e brancos. É ideal para caminhar em safaris em busca desses animais, já que a avistagem é praticamente garantida. A reserva de rinocerontes brancos fica a uma curta distância do parque. Terceiro, o parque é um oásis autêntico para os pássaros. De facto, em Matopo, está localizada a maior concentração de águias negras do mundo e, em geral, um terço das espécies de águias do planeta estão concentradas aqui. Como se isso não bastasse, o parque também possui populações de búfalos, girafas, zebras, impalas, sabres, gnus ... No total, mais de 175 espécies de pássaros, 88 de mamíferos, 39 de cobras e cerca de 16 de peixes. Regresso ao hotel, jantar e alojamento.  

 
8º Dia Parque Nacional Matopos / Bulawayo / Portugal
Após o pequeno-almoço, em hora a combinar localmente, transporte ao aeroporto de Bulawayo. Formalidades de embarque e partida em voo de regresso a Portugal, via uma cidade de ligação. Noite a bordo.


9º Dia Portugal
Chegada e fim da viagem.



Inclui no Preço Base

  • Passagem aérea em classe económica, de acordo com o itinerário
  • Transporte do Aeroporto ao Hotel e Vice-versa
  • Alojamento em hotéis de categoria escolhida, em regime de pequeno-almoço em Victoria Falls e Pensão Completa nos restantes locais
  • Safaris em jipe 4x4 e actividades com acompanhamento de guias locais em espanhol
  • Taxas hoteleiras e Iva
  • Assistência 24 horas em caso de emergência        
  • Seguro Multiviagens

Não Inclui no Preço Base

  • Extras de carácter pessoal
  • Visitas e quaisquer outros serviços não mencionados
  • Taxas de Aeroporto, segurança e combustível
  • Visto do Zimbabwe (obtido à chegada)